EAS - Exame de Urina

CARGA HORÁRIA:
80 HORAS
DISPONÍVEL POR:
60 DIAS
HORAS COMPLEMENTARES
15 HORAS

Pra quem é este curso:

O curso livre EAS - Exame de Urina é direcionado a estudante e profissionais da área da saúde que desejam se atualizar sobre as principais características da urinálise, para aprimorar o atendimento prestado a clientes e pacientes.

Sobre o Curso?
O que você vai aprender

O EAS é o exame de elementos e sedimentos anormais da urina, podendo também ser conhecido como exame de urina tipo I. O EAS é fundamental na detecção de diversas infecções, permitindo a avaliação, o diagnóstico correto e, consequente, tratamento do paciente. Este exame de cultura de urina avalia aspectos físico e químicos da amostra, além da presença de elementos e substâncias anormais, como bactérias, muco, hemoglobina, entre outros, não sendo aplicável como teste de gravidez, que necessita de exame específico. O curso EAS - Exame de Urina aborda sistema urinário, princípios da urinálise, leitura de exame e muito mais.

  • Introdução à urinálise;
  • Introdução ao sistema urinário;
  • Fisiologia do sistema urinário;
  • Balanço da ingestão e da perda de líquidos;
  • Compartimento de líquidos corporais;
  • Translocação de moléculas pelo organismo;
  • Distribuição de substâncias pelos diferentes compartimentos orgânicos;
  • Formação da urina;
  • Excreção das substâncias pelos rins;
  • Fisiologia da micção;
  • Incontinência urinária;
  • Fisiologia da excreção em idosos;
  • Alterações urinárias em gestantes;
  • Aplicação prática;
  • Relação entre hipertensão arterial e urinálise;
  • Relação entre diabetes melito e urinálise;
  • Urinálise;
  • Princípios gerais;
  • Roteiro geral para exame de urina i;
  • Coleta de amostras;
  • Manejo do paciente durante a coleta;
  • Análise física da amostra;
  • Volume;
  • Cor;
  • Cheiro;
  • Depósitos visíveis a olho nu;
  • Aspecto;
  • Densidade;
  • pH;
  • Análise química da amostra;
  • Proteína;
  • Triagem para detecção de proteínas na urina;
  • Técnica para quantificação de proteína na urina;
  • Glicose;
  • Metabolismo dos carboidratos;
  • Dosagem de glicose na urina;
  • Corpos cetônicos (acetona);
  • Formação de corpos cetônicos;
  • Técnica para detecção de corpos cetônicos na urina;
  • Preparação do Reativo de Imbert;
  • Bilirrubina;
  • Formação da bilirrubina;
  • Hemólise e liberação de bilirrubina;
  • Técnica para detecção de bilirrubina na urina;
  • Preparação do Reativo de Fouchet;
  • Urobilinogênio;
  • Metodologia para quantificação do urobilinogênio;
  • Análise do sedimento da amostra;
  • Preparo do sedimento;
  • Sedimentos encontrados em câmara de Neubauer;
  • Interpretação laboratorial;
  • Como interpretar o exame de urina;
  • Interpretação dos dados físicos da amostra;
  • pH;
  • Densidade;
  • Cor;
  • Volume;
  • Cheiro;
  • Depósitos visíveis a olho nu;
  • Aspecto;
  • Interpretação dos dados químicos da amostra;
  • Proteína;
  • Glicose;
  • Corpos cetônicos (acetona) ;
  • Bilirrubina;
  • Urobilinogênio;
  • Interpretação dos sedimentos da amostra;
  • Hemácias;
  • Leucócitos;
  • Relação entre bactérias e nitritos;
  • Cristais;
  • Células epiteliais e cilindros;
  • Bactérias;
  • Achados laboratoriais;
  • Infecções;
  • Pielonefrite e glomerulonefrite;
  • Cistite;
  • Patogenia das infecções urinárias;
  • Alterações da micção em idosos;
  • Patógenos comuns em infecções urinárias;
  • Atenção ao paciente;
  • Assistência ao paciente durante a coleta de urina;
  • História e conceitos da assistência e atenção farmacêuticas;
  • Etapas da atenção farmacêutica;
  • Enfoque na atenção farmacêutica;
  • Anamnese;
  • Questionário utilizado na anamnese;
  • Exame físico durante a anamnese;
  • Processo de anamnese farmacêutica;
  • Análise dos achados obtidos;
  • A humanização como forma de abordar o paciente;
  • Diretrizes específicas nos níveis de atenção básica e hospitalar;
  • Assistência ao paciente após o diagnóstico laboratorial;
  • Seleção de pacientes;
  • Acompanhamento farmacoterapêutico;
  • Âmbito de atuação no acompanhamento farmacoterapêutico;
  • Organização no acompanhamento farmacoterapêutico.
  • Como funciona o curso?

    Os cursos da UNIG Digital te ensinam por intermédio da EaD (Educação à Distância), com conteúdos interativos (Web Aula). A UNIG Digital oferece cursos livres, de atualização e qualificação profissional que são destinados a proporcionar ao profissional conhecimentos que permitam o desenvolvimento de novas competências.

    Ele é autorizado pelo MEC?

    O MEC (Ministério da Educação), trata da política nacional de educação em geral, mas autoriza apenas cursos em níveis de Graduação e Pós-graduação. Os cursos livres, técnicos e profissionalizantes são autorizados pelas Secretarias Estaduais de Educação.

    Vou aprender mesmo?

    Os cursos da UNIG Digital são dinâmicos e com várias vantagens comparadas a um curso presencial. Você terá recursos como:

    • Praticidade - Poderá assistir seus cursos de qualquer lugar em qualquer dispositivo conectado à internet.

    • Flexibilidade TOTAL de estudo, 24h por dia.

    Como funciona a avaliação final?

    No portal da UNIG Digital temos dois tipos de avaliação final:

    • Avaliação Online dos Cursos Profissionalizantes: 20 questões objetivas, as quais devem ser feitas em 2 horas, prova única e referente a todo o conteúdo do curso.
    • Avaliação Online dos Cursos Livres: 10 questões objetivas, as quais devem ser feitas em 1 hora. Oferecemos a oportunidade ser feita a prova duas vezes em caso de reprovação.

    Os estudos, atividades e avaliações devem ser feitos dentro do prazo estipulado no calendário do curso.

    A média final deve ser igual ou superior a 60% para a conclusão e recebimento do certificado do curso.

    Em caso de reprovação, o aluno poderá efetuar sua rematrícula com 70% de desconto no valor do curso entrando em contato com o nosso Serviço de Relacionamento com o Cliente. Dessa forma, será possível estudar novamente todos os módulos do curso e fazer uma nova avaliação online.

    Os cursos gratuitos não possuem rematrícula, nova avaliação, atividades reflexivas e descritivas.

    Meus cursos valem horas complementares?

    Todos nossos cursos valem como horas complementares necessárias para a conclusão do seu curso de Graduação.

    Para o abatimento das horas complementares, basta concluir com êxito o curso escolhido e realizar a prova final.

    A quantidade de horas contabilizadas deverá passar pela análise da Coordenação de Horas complementares, e fica a critério da Unig o número de horas válidas para cada curso, podendo ser total ou parcialmente equivalente às horas referidas pela Universidade.

    Acertando 60% da avaliação final você receberá seu certificado digital. A partir disso você deverá apresentar esse certificado na secretaria do seu campus para solicitar o abatimento de horas complementares.

    Tem certificado?

    Os alunos aprovados receberão o Certificado Digital em seu espaço virtual, após a nota média e prazo mínimo de estudo exigido.

    Caso o aluno queira uma versão impressa de seu certificado Digital, deverá ser efetuado o pagamento da taxa de emissão e envio.

    Os cursos da UNIG Digital lhe dão a certificação de capacitação profissional, aperfeiçoamento e extensão. É importante saber que esses títulos não se equivalem às certificações de cursos técnicos ou de formação escolar, e não dão o direito de assumir responsabilidades técnicas.